WGSN Supertrends – Parte I

Por Bia Carminati

O WGSN, referência global em previsão e análise de tendências, apresentou durante a última edição da SPFW suas tão esperadas prospecções de comportamento para os anos de 2015 e 2016. O resultado são três macrotendências (ou “Supertrends”, como eles as chamam) que vão nortear o modo como as pessoas pensam, vivem e produzem – afetando inclusive a moda, é claro.

Durante esta semana, vamos apresentar a vocês um gostinho dessas três Supertrends: Social Superheroes, Data Divination e Everyday Utopias.

 

SUPERTREND #1: SOCIAL SUPERHEROES

A incapacidade de economias e governos de atenderem aos desejos essenciais dos indivíduos provoca o surgimento dos novos heróis sociais: aqueles que colocam a mão na massa e transformam suas frustrações em engajamento.

As pessoas começam a quebrar um ciclo de autismo social e super-individualismo, expressando um desejo de viver de fato, e não apenas sobreviver neste mundo, com a clareza de que tudo está interligado.

Essa supertrend é expressa através de 3 correntes:

 

GOOD DEEDS – boas ações criativas no dia a dia dos brasileiros

111

Imagens do projeto “O Que Posso Fazer Por Você Hoje”, de Renata Quintella.

Jovens brasileiros começam a cuidar uns dos outros e fazem pequenas-grandes mudanças acontecerem. Um ótimo exemplo da emergência desse autêntico senso de compaixão é o projeto “O que posso fazer por você hoje?”, que nasceu da simples ideia de Renata Quintella sair pelas ruas conversando com as pessoas e perguntando o que poderia fazer por elas naquele momento. Ela ouviu desabafos de amor, ajudou a carregar sacolas, ajudou a empurrar carroça de sucatas, deu abraços e até organizou uma festa de aniversário. No meio do caminho, outras pessoas ficaram tocadas com o gesto de Renata e participaram também, expandindo o movimento.

 

URBAN PROACTS – Criatividade à frente das mudanças sociais

Imagem do projeto "Pimp My Carroça".

Imagem do projeto “Pimp My Carroça”.

Com casas e apartamentos cada vez menores, a população decide se apropriar do espaço público e melhorar os seus arredores, com o objetivo de criar uma cidade mais confortável e acolhedora para si mesmos.

Iniciativas que ilustram essa corrente são os UrbanParklets e trabalhos como o Pimp My Carroça, um projeto social, ambiental e cultural que visa tirar os catadores da invisibilidade ‘pimpando’ carroças e sua autoestima.

 

SOUL BUSINESS – Capitalismo com alma

1111

Em busca de um capitalismo consciente, jovens repensam formas de enxergar o lucro financeiro. A ideia é fazer negócios sim, mas com mais alma, menos ganância e mais transparência.

O melhor exemplo dessa tendência é a marca de roupas Everlane, que abre todos os custos para o cliente. Quando você adquire um produto por lá, sabe exatamente o que está pagando em cada etapa de produção e o quanto de lucro está dando para a empresa. Mais transparente, impossível.

As duas próximas Supertrends identificadas pelo WGSN, Data Divination e Everyday Utopias, aparecerão aqui no site da Catarina nos próximos dias. Fique de olho!

Fique por dentro de todas as novidades!

Cadastre seu e-mail e receba conteúdos exclusivos da Revista Catarina.

Seu endereço de e-mail*