True Four X Fake Four: O real impacto do uso das peles sintéticas

Inseridos nos movimentos Slow Fashion e Cruelty Free, temos várias iniciativas que reforçam as ideologias dessas vertentes e sabendo disso o mercado de moda passou a investir em produtos que atendam essa nova demanda.

Falando da cadeia têxtil, temos o exemplo dos sintéticos, que tem se mostrado uma ótima alternativa aos tecidos de origem animal, além de valorizarem a moda ética e sustentável. O rompimento das grandes marcas com o uso de peles de origem animal tem ganhado evidência, por se tratar de uma declaração de apoio a meio de produção sem crueldade e por acolher um estilo de vida que prioriza a ética ao invés da estética.

O instituto PETA, realizou nos anos 90 uma campanha em conjunto com as supermodels da época, onde elas usavam peles sintéticas. Como resultado da campanha  e por conta do seu custo baixo em relação a pele natural, as Peles Fake se tornaram um item de moda.

O processo produtivo das peles artificiais, pode parecer negativo à primeira vista, por conta dos polímeros acrílicos e modacrílicas, mas eles representam uma percentagem mínima do impacto ambiental total. O uso de acrílico significa apenas 10% da produção total de vestuário, de acordo com o relatório da Comissão Europeia, e as peles sintéticas uma percentagem ainda menor. Mas de certa forma, é mais viável desenvolver uma tecnologia de reciclagem desse material do que usar peles de animais.

Aderir ao uso das peles sintéticas não se trata apenas de uma tendência  momentânea, mas sim de uma pequena parte de um movimento de mudança comportamental à nível global. Repensar a origem dos produtos que consumimos, averiguar onde e como são produzidos é essencial para fomentar a produção de produtos do gênero no mercado, e assim aos poucos ajustar a cadeia produtiva de moda para um caminho ético e sustentável.

Algumas empresas tanto do mercado de luxo, fast fashion e novos players – que já nasceram dentro dessa indústria de sustentabilidade – estão adotando o uso de peles sintéticas, e abolindo as de origem animal. Selecionamos algumas marcas que mostram como é possível produzir produtos de alta qualidade sem aderir a processos com crueldade envolvida. 

@charlottesimone_

@giorgioarmani

@stellamccartney

@Gucci

@TomFord

@givenchyofficial 

@michaelkors

Fique por dentro de todas as novidades!

Cadastre seu e-mail e receba conteúdos exclusivos da Revista Catarina.

Seu endereço de e-mail*