Sensualidade oriental em três novos projetos

Conhecido por sua moda vanguardista, o Japão exporta talentos há mais de 30 anos. Some isso aos avanços tecnológicos da China e chegamos aos três novos projetos que exploram a sensualidade da moda de maneiras diferentes – ora com jogo de sombras, ora de forma explícita. Apresentamos o Studio Roosegaarde, Maiko Takeda e Daido Moriyama.

O vestido sentimental
1070411
O Studio Roosegaarde tem origens holandesas e um escritório na China. Conhecido por seus projetos de design avant-garde, sua equipe desenvolveu o INTIMACY 2.0 – um vestido que fica transparente quando a usuária sente fortes emoções. Produzido em couro e com uma película opaca “inteligente” que perde suas cores de acordo com as palpitações de quem o veste, o traje vem nas opções em preto ou branco.

 

Reflexos

A coleção de formatura do japonês Maiko Takeda traz acessórios como colares, chapéus e braceletes. Mas sua particularidade está na maneira como cada peça é composta – elas foram criadas para refletir uma sombra com uma imagem do corpo da modelo quando iluminadas. As fotos do lookbook ficaram incríveis, veja na galeria!

Tights & Lips

Esse é o nome da nova série do fotógrafo Daido Moriyama. A obra do japonês de 76 anos explora a luxuria dos lábios e da meia-calça – seu foco é nas formas cheias de mistério de suas musas.

Fique por dentro de todas as novidades!

Cadastre seu e-mail e receba conteúdos exclusivos da Revista Catarina.

Seu endereço de e-mail*