Quem não tem diferencial na semana de moda, não vai se destacar!

Por Mariana Goulart

Os eventos tradicionais de moda ganharam um up grade e quem não trouxer algum diferencial, não vai se destacar. O público se modificou, algumas marcas não estão no line up americano e foram para a capital francesa, na Paris Fashion Week e há uma constante troca de estilistas por trás das grandes labels internacionais. Também estamos na fase das colaborações, onde modelos e celebs assinam collections mais comerciais. Se reinventar tornou-se obrigatório, já que temos à disposição um formato de comunicação extremamente complexo e amplo. Cair na mesmice não tá com nada!

Antes, as primeiras filas eram estreladas por celebridades do cinema, música e até da moda. Hoje tudo mudou e quem importa mesmo para as marcas e designers internacionais são as influenciadoras, blogueiras e editoras de moda. É hora de comemorar, afinal um desfile de tendências tem a finalidade de levar para os meios de comunicação o que cada marca propõe para uma nova estação. Ainda mesclado aos influencers mundiais, estão aqueles talentos multi tasking que atacam de estilistas, modelos, comunicadores e o que mais puderem fazer. Inclusive este é o lema dos estilistas atuais, que não são apenas designers, são produtores, social mídia e claro, influenciadores. Tarefa que tem deixado os estilistas da velha guarda cansados da profissão. Em era de blogueiros e youtubers, outra modalidade é cobrir um desfile vestidos da cabeça aos pés pela label. As influencers brasileiras andam em uma boa fase, cobrindo desfiles a convite de marcas internacionais, escolhendo seus looks para fotografar no street style e principalmente no desfile.

Thassia Naves foi para Los Angeles à convite da Tommy Hilfinger para assistir ao desfile, que tem estado fora de Nova Iorque nas últimas temporadas.

A blogueira Thássia Naves foi para Los Angeles à convite da Tommy Hilfinger para assistir ao desfile, que tem estado fora de Nova Iorque nas últimas temporadas.

Outra atração da NYFW é a troca de cadeiras dos estilistas. Raf Simmons segue aguardadíssimo para sua estreia na Calvin Klein. Celebrado após trazer para a Dior uma imagem fresh e jovial, estamos curiosos para saber o que ele propõe para a marca que tem a herança minimalista da moda. Além da mudança de designer, a Calvin Klein apresenta um desfile misto, com peças masculinas e femininas. Oscar de La Renta também aguarda a estreia da dupla Fernando Garcia e Laura Kim, ambos trabalharam já na marca por muitos anos, saíram para montar sua própria label e retornam a Oscar de La Renta como diretores criativos.

raf-simmons-ck-2

Uma das grandes sacadas das labels tem sido o See Now, Buy Now. Ou seja, acabou o desfile e você se apaixonou por algo, pode ser seu! Não é preciso esperar meses até que as peças estejam nas lojas, e, muitas vezes as lojas não recebem as coleções completas. Para entender melhor, o See Now, Buy Now desfile a coleção atual, na qual os clientes já podem usar as peças da estação. Tommy Hilfinger desfilou ontem neste formato, sua coleção verão 2017 em um super evento em Venice, Califórnia. Listras, patchwork da bandeira americana, patches aplicados no jeans e a combinação navy tradicional da Tommy marcou a passarela. Tem virado praxe a label transformar seu desfile em um evento concorridíssimo.

Desfile Tommy Hilfinger Resort 2017

Desfile Tommy Hilfinger Resort 2017

O estilista Tommy Hilfinger e a modelo Gigi Hadid

O estilista Tommy Hilfinger e a modelo Gigi Hadid

E-commerce nacional da Tommy com as peças disponíveis logo após o desfile

E-commerce nacional da Tommy com as peças disponíveis logo após o desfile

Falando em colaborações de celebridades e Tommy, Gigi Hadid lançou sua segunda coleção em parceria com a label. Na temporada de 2016 a instamodel debutou com a Tommy, em um desfile icônico no parque do Píer 16 e nesta temporada não poderia ser diferente. Zayn Malik é outra celebridade que prova seus multi talentos. Cantos, ex-integrante do One Direction, modelo, namorado de Gigi Hadid e agora estilista, assinará uma linha para a Versus, da Versace. A Versus é a linha jovem da Versace, e estava no comando de Anthony Vaccarelo, que imprimiu uma mistura de punk, rocky e sexy nas últimas coleções. Aguardamos cenas do próximo capítulo, ou melhor, do próximo desfile!

Uma coleção mais usável e menos conceitual se tornou tendência nos últimos desfiles. E a trend é tão celebrada que acaba ganhando destaque em marcas como Prada, que habituou-se a apresentar coleções extremamente ousadas e um tanto questionáveis. Zac Posen igualmente segue no wearable, com peças em jeans, chambray e pantacourts, lembrando peças de fast fashion mais luxuosas, mas ainda assim, longe da Haute Couture.

Zac Posen Outono Inverno 2018

Zac Posen Outono Inverno 2018

Unificar os gêneros também é uma tendência das últimas e das próximas estações de moda internacionais. Talvez seja meio difícil os homens andarem de saias e túnicas por aí, mas com certeza as mulheres já aderiram as nuances masculinas nos últimos anos sem qualquer preconceito. Algumas labels, que apresentaram coleções genderless, com inspirações minimalistas não ganharam muito destaques na estação passada, resta agora saber se a onda realmente pegará ou é apenas uma ação comercial de alguns designers.

.
.
.

Fique por dentro de todas as novidades!

Cadastre seu e-mail e receba conteúdos exclusivos da Revista Catarina.

Seu endereço de e-mail*