O conto de fadas da Vivaz

A Vivaz abriu com excelência mais uma temporada de desfiles em Belo Horizonte. Sob comando de Elisabeth, Camila e Isabela Faria, a marca apresentou sua coleção outono/inverno 2016 inspirada nos cavalos e separada em contos para encantar a passarela mineira.

No mercado desde 1998, a Vivaz sempre cria um momento memorável no Minas Trend e arranca suspiros até do espectador mais minimalista. Nesta edição, a marca repetiu o sucesso da anterior e convocou Giovanni Frasson para assinar o styling do desfile, a beleza ficou responsável por Ricardo dos Anjos. Fernanda Liz, que já foi exclusiva da Givenchy, foi a escolhida da marca mineira para abrir e fechar o desfile, mas quem roubou a cena mesmo foi o adorável cavalo.

Em entrevista exclusiva para a Catarina, Camila Faria nos contou um pouco mais sobre a coleção apresentada, o recém lançado e-commerce da marca e o momento especial da Vivaz. Confira:

Vivaz Minas Trend - Inverno 2016  Foto : Marcelo Soubhia/ FOTOSITE

Revista Catarina: A Vivaz é conhecida por ser uma marca que cria peças únicas para o seu público. Você acha que essa é uma tendência de mercado e que os ateliers e as roupas sob medida estão voltando ao cenário?
VIVAZ: Realmente, as pessoas estão procurando exclusividade. Com as redes sociais, cada vez mais as clientes buscam por algo novo porque todo mundo se posta e todo mundo se vê. Então essa exposição, o fato de mostrar e compartilhar tudo, fez com que as nossas consumidoras buscassem cada vez mais essa exclusividade. Está no nosso DNA, sempre trabalhamos com roupa sob medida, temos todo um trabalho e uma preocupação em relação ao assunto.

RC: Como surgiu o e-commerce da Vivaz, chamado Viva por Vivaz?
VIVAZ: A Isabela, irmã mais nova, passou a integrar a equipe de criação da marca. A partir desse momento, sentimos a necessidade de fazer algo mais despretensioso, uma linha que pudéssemos usar em um evento menos formal.  Essa foi uma maneira que encontramos de democratizar mais a Vivaz.

RC: Como é o processo de criação da marca?
VIVAZ: Começamos a criar a partir de um tema, coleção passada usamos a jabuticaba porque nos remetia à jabuticabeira da casa da nossa avó. Nesta temporada, o tema principal foi o cavalo porque nossa família cria e tem paixão por eles. A partir daí, separamos a coleção em momentos, que foram denominados por contos ou atos. Foram cinco atos ao todo: Fadas, Ninfas românticas, Príncipes x Princesas, Amazonas/Guerreiras e Princesas, respectivamente. A partir daí pensamos na cartela de cores, nos shapes, nos tecidos e aí surge a coleção.

RC: O tema sempre conta um pouco da história de vocês. Por quê?
VIVAZ: Como a equipe de criação da nossa marca contém três mulheres (mãe e filhas), acabamos sempre pegando algo que seja da nossa vivência para escolher um tema e assim desenvolver a coleção. É uma forma de imprimir o DNA da marca, em um momento que é muito difícil o público se encantar completamente por uma label, afinal são tantas no mercado.

RC: E quem é este público? Quem é a mulher VIVAZ?
VIVAZ: É uma mulher de todas as idades. Mais feminina, mais romântica, uma mulher que tem personalidade forte. Eu acho importante atender todos os públicos e dar opção para as mulheres de todas as idades.

RC: Como está o mercado e a Vivaz neste momento?
VIVAZ: Se transformando sempre. Os meus pais são da indústria há muitos anos e extremamente comerciantes, então nesse meio existe crise sempre. Não é uma novidade, mas não podemos enfrentar este momento com negatividade. Muito pelo contrário, temos que ficar atentos as oportunidades! 

Texto por Diego Sfoggia
Viajamos a convite do evento.

Fique por dentro de todas as novidades!

Cadastre seu e-mail e receba conteúdos exclusivos da Revista Catarina.

Seu endereço de e-mail*