Miu Miu: (The [end) of history illusion] n41º

Na última quinta-feira (31.08) a Miu Miu apresentou seu curta-metragem (The [end) of history illusion] no 41º Festival de Cinema de Veneza. Dirigido por Celia Rowlson-Hall, ele é o 14° curta da série Miu Miu Women’s Tales, que foi criada em 2012 e convida grandes diretoras a investigarem a vaidade e feminilidade no século XXI, focando também no papel da mulher na indústria cinematográfica.

Inspirada pelos materiais e cores da nova coleção da marca, a coreógrafa e cineasta instalou seus personagens no contraste entre o glamour de Hollywood dos anos 30 e o cenário da Guerra Fria, nos anos 60. “Eu quis explorar o comercialismo diante do medo, criando um espetáculo para distrair e divertir, uma fuga da nossa realidade atual” conta Rowlson-Hall.

“Nós entendemos que esse clima político virou o mundo de cabeça para baixo” disse uma apresentadora de televisão na década de 50. “O abrigo subterrâneo é sua maior defesa contra os efeitos radioativos”. Música animada e uma bailarina que prepara o croissant perfeito. Bem-vindo à sua nova casa de luxo subterrânea – com mini-campo de golfe, pista de dança, piscina, duas jacuzzis e até uma sereia. “Essa é a realidade”, isto é, até a próxima sirene nuclear tocar.

A Miu Miu chegou a lançar uma nova conta no Instagram dedicada ao projeto Women’s Tales (@miumiuwomenstales), onde fornece um espaço para explorar um dos assuntos mais importantes da atualidade: celebrar criticamente a feminilidade no século XXI.

Se interessou? Assista o curta (The [end) of history illusion] clicando aqui.

Fique por dentro de todas as novidades!

Cadastre seu e-mail e receba conteúdos exclusivos da Revista Catarina.

Seu endereço de e-mail*