Milan Fashion Week: Fique por dentro de tudo que rolou na temporada de moda italiana

De e 19 à 25 de setembro aconteceu o Milan Fashion Week, entrando na maratona de semanas de moda mais famosas do mundo, na Itália. Desfiles importantes aconteceram nessa edição, com muitos rostos famosos e fatos marcantes. Nós separamos alguns dos maiores destaques do evento, além das tendências que mais apareceram na passarela. Vem​ ​conferir:

As trends não foram muito diferentes das apresentadas nas outras grandes semanas que já aconteceram. Os terninhos com cara mais “masculina” se fizeram presentes em muitas coleções, juntamente com outras peças em modelagens mais estruturadas. Giorgio Armani e Fendi foram algumas das labels que apostaram nessas roupas com uma maior estrutura, sendo o primeiro adaptado para uma versão mais colorida, e o segundo em uma leitura clássica​ ​e​ ​sóbria.

 

 

 

Contrastando com isso, os tecidos fluídos e babados também apareceram nas coleções de diversos estilistas, em alguns casos até mesmo mesclados com os itens mais formais acima. A Blumarine trouxe em suas peças muita delicadeza e leveza, em tons pastéis e muito floral. Os tecidos esvoaçantes ganharam o coração do público, e franzidos, volumes e transparência foram o foco do desfile. Já o estilista Emilio Pucci apresentou uma coleção super colorida em peças com uma modelagem oversized, trazendo os babados como detalhe​ ​e​ ​acabamento​ ​das​ ​criações.

 

 

 

 

Duas estampas foram os principais destaques dessa temporada: Floral e Xadrez. Prada trouxe um desfile inspirado nas heroínas de ação do século passado. Entre suas estampas com tema de histórias em quadrinhos femininas a label trouxe um toque floral, em tons mais pastéis ou neutros. Já a fendi apostou na trend do xadrez para sua nova coleção, e a trouxe em todas as peças possíveis: desde vestidos a casacos, passando por acessórios como bolsas,​ ​meias​ ​e​ ​sapatos.

 

 

 

Muitos desfiles chamaram atenção nessa temporada em Milão, seja por sua ousadia, tema empoderador ou homenagens prestadas. A Moschino, por exemplo, sempre traz coleções com peças irreverentes, coloridas e divertidas, e dessa vez não foi diferente. Abrindo o desfile com o tema bailarina rocker, as roupas chamaram atenção pela mistura de couro e meia-arrastão com saias de tule e estampas de pôneis. Na segunda parte da apresentação, a marca encantou a platéia transformando as modelos em verdadeiros buquês, onde flores e​ ​borboletas​ ​foram​ ​mixadas,​ ​criando​ ​peças​ ​encantadoras.

 

 

 

 

Além da Prada, que trouxe todo o empoderamento das heroínas dos quadrinhos, Dolce e Gabbana também apostou em uma tema exaltando o poder feminino. Fazendo releituras contemporâneas da clássica rainha de copas, a label trouxe peças em tons principalmente de preto e vermelho, exaltando a sensualidade das modelos. Os acessórios inusitados também​ ​chamaram​ ​muita​ ​atenção,​ ​principalmente​ ​no​ ​design​ ​dos​ ​óculos​ ​desfilados.

 

O grande destaque da temporada foi, no entanto, o verão da Versace. Donatella fez um tributo ao seu falecido irmão e fundador da marca, Gianni Versace, relembrando suas mais icônicas criações das coleções de 91 a 96. A estilista fez releituras dos shapes, estampas e styling mais marcantes do designer, e emocionou a todos que estavam presentes, da plateia ao backstage, além do mundo inteiro que acompanhou a transmissão online. Para finalizar, a marca trouxe cinco das maiores nomes da moda dos anos 90 de volta à passarela: Cindy Crawford, Naomi Campbell, Claudia Schiffer, Helena Christensen e Carla Bruni. As modelos encerraram o desfile da marca desfilando ao lado da designer, em brilhantes vestidos de festa. Sem dúvida alguma, o verão 2018 de Donatella Versace entrou pra​ ​história,​ ​não​ ​só​ ​da​ ​fashion​ ​week​ ​italiana,​ ​mas​ ​também​ ​de​ ​toda​ ​a​ ​moda.

Fique por dentro de todas as novidades!

Cadastre seu e-mail e receba conteúdos exclusivos da Revista Catarina.

Seu endereço de e-mail*