Karsten dá primeiro passo no varejo

O sobrenome Hess tem peso na indústria têxtil nacional. Antigos acionistas da gigante Dudalina, que foi vendida por cerca de R$ 650 milhões aos fundos Advent e Warbug Pincus, em dezembro de 2013, Armando e Rui Hess de Souza mostram ao que vieram com uma guinada na centenária Karsten, do segmento de cama, mesa e banho, que passava por um período de crise. Com um investimento de 45 milhões de reais, os irmãos compraram parte da empresa em setembro do ano passado. Na época, Armando, que também é presidente da RenauxView, referência na fabricação de fios e tecidos de Brusque, em Santa Catarina, comentou ao jornal Estadão: “A Dudalina era uma fábrica e fizemos dela uma empresa voltada ao varejo. Podemos fazer o mesmo com a Karsten, transformando a companhia em uma gestora de marcas de cama, mesa, banho e decoração”. A afirmação faz ainda mais sentido com a inauguração da primeira loja da fábrica da Karsten fora da sede industrial, em Florianópolis, que traz um novo conceito para a venda de produtos para o lar, com milhares de itens disponíveis.

A nova loja dá um fôlego a mais para a indústria têxtil, que tem previsão de queda novamente este ano, de acordo com a Associação Brasileira da Indústria Têxtil (Abit), com redução de 7% na receita para US$ 51,5 bilhões. A associação leva em conta um cenário macroeconômico desfavorável e um aumento na concorrência dos produtos importados. “Nós acreditamos que o processo de a gente inovar, criar condições de inovação e trazer para dentro do nosso segmento, que é um segmento de reposição, os agregados de moda, as condições que a moda traz, faz com que as pessoas troquem os seus enxovais mais rapidamente. Então a gente está trazendo uma coleção nova, como a Karsten Design, uma série de produtos revolucionários, que vão fazer com que as pessoas comecem a melhorar a vida delas, melhorando primeiro a casa delas”, comenta Rui Hess, atual diretor de marketing e varejo da empresa. Para ele, a marca Karsten atravessa todas as classes, mas, independentemente disso, busca sempre oferecer qualidade, beleza e design. “As pessoas podem ter acesso a produtos revolucionários por preços acessíveis.”

Com exclusividade para a Catarina, Armando Hess fala sobre este novo momento da Karsten, agora sob sua gestão. Confira a entrevista:

RC: O que a abertura dessa loja representa para a empresa?
AH: É o início de um novo ciclo. A Karsten sempre foi uma empresa totalmente voltada para o processo industrial, tanto é que é uma empresa de excelência industrial. Por muitos anos, ela foi considerada a melhor empresa de felpudo do mundo, na década de 1970, 80, 90, até os anos 2000. Nós temos várias placas e troféus de fornecedores de vários países do mundo, colocando e registrando a Karsten como um de seus melhores fornecedores. Então ela desenvolveu uma expertise industrial que pode ser considerada a melhor do Brasil, a melhor estrutura industrial e tecnológica para fazer o que pode ser visto aqui (loja da fábrica). Então o que nós estamos querendo criar aqui, é usar essa inteligência industrial e oferecer isso ao mercado. E, nesses seis meses antes desta inauguração, o que nós identificamos, a partir da nossa realidade e da que existe no mercado: a grande maioria dos varejos de cama, mesa e banho possuem um mix limitado de produtos. Esse é o primeiro ponto, nós queremos oferecer aos nossos clientes um mix completo, para que eles possam encontrar aqui nesse espaço todos os produtos que a Karsten produz. Então nós devemos ter aqui um número próximo de dois mil itens. O nosso cliente varejista compra em média um número próximo de 200 – então é menos de 10% de tudo o que a gente oferece, e obviamente a nossa marca e as oportunidades de mercado ficam limitadas. A nossa proposta é oportunizar ao nosso consumidor, agora direto, tudo o que a gente faz. Muitas vezes um lojista por alguma razão deixa de comprar uma toalha colorida ou com desenho de Jacquard, por uma restrição pessoal, ou por uma questão de seu fluxo de venda. Agora, aquele produto que muitas vezes não era oportunizado passa a ser um sucesso.

RC: Por que a opção de criar uma loja de fábrica e não de varejo?
AH: Existe uma sutileza. Esta é uma loja da fábrica. Porque nós realmente queremos ser verdadeiros, queremos que isso seja uma extensão da fábrica. Primeiro, porque todo o nosso estoque está aqui, sem restrição. Esse modelo nós estudamos intensamente por meses, eu calculei que fiquei mais de 100 horas dentro de lojas do segmento no Brasil. Olhando o consumidor, observando seus hábitos, perguntando o que ele comprava e por que não comprava. E o modelo que a gente constatou é que muitas lojas de cama, mesa e banho estão no shopping. Começamos a analisar inclusive os dados econômicos dessas operações. É inviável. Porque a loja, para ter o mix que buscávamos, precisa ter espaço para não ficar sufocante, com o tamanho adequado para que as pessoas possam passar tranquilamente pelos corredores com seus carrinhos de compras. Queremos dar essa sensação de conforto, leveza e também possa observar a loja toda de qualquer ponto do ambiente, identificando seu produto de interesse com mais facilidade. O preço que nós estamos praticando aqui realmente é um preço competitivo. Mas vale destacar que não é uma loja de saldo, pois temos aqui os nossos lançamentos, como o Wall Decor. É uma proposta que nós estamos trazendo, para otimizar o processo de compra do consumidor final.

RC: Vocês possuem diversos projetos com viés sustentável, como o Karsten Ateliê, em parceria com artesãs, e produtos ecofriendly. Essa pode ser considerada uma tendência de mercado?
AH: Existe não só uma tendência como uma realidade. E, de novo, verdadeira. Nós não estamos usando isso como uma forma de propaganda, isso é da nossa natureza. Acreditamos que naturalmente o mercado vai perceber isso. O cuidado que a gente tem, o processo de reciclagem, processo de tratamento de afluente, o trato com algodão e com químicos. Isso é da nossa natureza. Se você for na nossa fábrica vai ver tudo bonitinho, arrumadinho… Eu sou muito chato com isso (risos). Por que não pode ser limpo e bonito, não é? Eu sempre falo, ‘entre fazer bem feito e fazer mais ou menos, o mais ou menos custa mais e demora mais. Faz bem feito de uma vez’. Tudo o que a gente faz, primeiro nós constatamos se o ambiente está limpo, impecável e cheiroso.

RC: O que a inauguração de uma loja desse porte significa para a atuação conjuntura econômica?
AH: O Brasil vive em toda a sua história o pior momento sócio econômico. Caiu exatamente na nossa cabeça, mas não podemos nos abater por isso, pois vai passar. Eu entendo isso como um acidente de percurso na história do Brasil. Daqui a 20 anos a gente vai olhar para trás e vamos dizer: ‘poxa, quanta besteira foi feita’. Nós acreditamos que isso vai passar – e logo. Porque quatro ou cinco anos é um lapso de tempo. E a gente está, na verdade, se preparando para quando essa nuvem negra que ficou em cima do Brasil passar. Então quando isso passar nós vamos estar prontos. Essa aqui é a primeira loja, e há um planejamento além disso, com cinco pontos de venda identificados no país. Nós queremos, até o final de 2017, ter essa e outras quatro lojas. Nós temos que colocar o Rui (Hess, diretor de marketing da Karsten e irmão de Armando), para trabalhar. Vale registrar que isso aqui está de pé por causa dele.

RC: Por que a escolha desta região para a primeira loja especificamente?
AH: A característica do ponto escolhido, que fica localizado na BR-101, é por estar situado em uma região de fluxo constante. Uma característica que a gente pesquisou é que quando o cliente vem a uma loja como essa, ele vem decidido a comprar. Então o fluxo que vem para cá é um fluxo que vai produzir um resultado para nós, que é a compra. O que nós queremos construir na mente do nosso cliente é que ele vindo e se deslocando até aqui, vai ter uma vantagem: consumir produtos de excelência a um preço justo.

Informações

Horário de atendimento: Segunda a sexta, das 9h às 19h. Sábados das 9h às 18h e domingos das 10h às 16h.
Endereço: BR 101, KM 206, Acesso Marginal Sul – Grande Florianópolis – São José/SC
Telefone: 48 3094-2755

Fotos: Marco Dutra
Texto: Julia Lindner
@juliatlindner

Fique por dentro de todas as novidades!

Cadastre seu e-mail e receba conteúdos exclusivos da Revista Catarina.

Seu endereço de e-mail*