Entrevista: Vandressa Pretto – Diretora da Ecole Supérieure de Relooking

Com atuação, além da França, em países como Portugal, Itália, China e Marrocos, a Ecole Supérieure de Relooking atua no Brasil desde 2012, sob o comando de Vandessa Pretto, consultora especializada e uma das maiores estudiosas de tendências em comportamento feminino no mercado nacional.  A nossa redação foi atrás de uma entrevista com a diretora da instituição, confira na integra.

 

 

 1) Qual o papel do consultor de imagem?

O consultor de imagem tem um papel fundamental e cada vez mais importante, visto que no mundo virtual e “com pressa” que estamos vivendo, um primeiro contato (a primeira impressão) é cada vez mais valorizado. O consultor de imagem atua principalmente na comunicação não verbal, considerando personalidade e objetivos de seu cliente. Leva em consideração que os elementos de design da vestimenta, como linhas, cores, harmonias, estilos, formas e texturas, influenciam na forma como as pessoas são percebidas, e de acordo com o contexto e objetivo de imagem deve-se ter uma atuação personalizada. Como benefícios adicionais do processo, vemos uma melhora na autoestima e autoconhecimento.

 

2) Em que áreas podem trabalhar?

O consultor de imagem com uma formação completa pode trabalhar de forma diversificada com palestras, workshop, dress code empresarial, curadoria ao varejo, junto a setores de RH na melhoria de imagem de profissionais, na gestão de imagem de redes sociais, além de atendimento pessoal e etc.

 

3) Você percebeu o aumento de procura por esse tipo de curso?

Sim, está aumentando muito em função da demanda de procura por esses tipos de serviços por parte dos clientes finais. Considere ainda, que é uma profissão que pode ser associada tranquilamente a outra, pois a formação é relativamente de curta duração em horário intensivo.

Entre as pessoas que buscam a formação, temos diferentes perfis. Sempre me impressionou que nosso público predominante não é quem trabalha com moda, ou estudantes de moda. Na verdade, já tivemos em sala de aula desde biomédica, até engenheiras, advogadas, profissionais do serviço público etc. As pessoas veem na formação uma alternativa de se inserirem nesse mercado que está crescente sem precisarem fazer uma nova graduação que tem longa duração e investimento. O único pré-requisito é gostar de pessoas e do assunto.

Além disso, através da formação é possível de promover mudanças na própria imagem, o que atrai pessoas que buscam desenvolvimento pessoal. Outro nicho interessante são as profissionais da área de psicologia e coaching que buscam para agregar ferramentas para seus pacientes. Profissionais da estética, beleza e de RH são também um público que fazem o curso para se aperfeiçoar em suas áreas e não necessariamente atender como consultoras.

 

 

4) As pessoas pensam na profissão como um plano B?

Em alguns casos, sim. Recebemos muitas alunas de outras áreas bem distintas, as pessoas têm feito a formação para agregar como uma segunda profissão e complementar renda em horas vagas, ou ainda para lançarem-se como empreendedoras no mercado de trabalho.

 

5) As pessoas ainda associam a profissão à moda, até com certo preconceito. Gostaria que falasse um pouco sobre essa questão:

É muito comum as pessoas relacionarem ainda a profissão à moda, porém é muito mais amplo. Consultoria de imagem relaciona-se com a comunicação não verbal, autoconhecimento, etc. É independente dos movimentos, recursos e peças de moda. Vamos imaginar, por exemplo, uma cliente jovem, querendo se reposicionar no mercado de trabalho, na área financeira: A construção de imagem ideal, não passa por peças, referencias de moda. Quando falamos em consultoria de imagem, o principal aspecto a ser considerado é qual a imagem que precisamos ter que comunicará aspectos de personalidades importantes para a situação.

 

5) A Ecole é hoje considerada a melhor escola do gênero, como é a estrutura do curso?

Hoje oferecemos os melhores cursos do segmento, não apenas por serem mais completos e aprofundados em termos de conteúdo, mas também por reforçarmos bastante a prática em sala de aula. O curso a Ecole prepara o aluno para o mercado de trabalho ao passo que envolve teoria e prática. Um de seus diferencias é a metodologia e certificação internacional, emitida pelo RNPC (Repertório Nacional de Certificações Profissionais) da França. Depois de cursar integralmente as formações e com o certificado em mãos, o aluno recebe o título de Consultor de Comunicação para Valorização da Imagem, registrado e reconhecido pelo órgão francês. O diploma recebido pelos alunos da Ecole assemelha-se a uma formação técnica do Brasil.

A Ecole Supérieure de Relooking, especializada na formação de Consultoria de Imagem e Morfopsicologia, reúne expertise, técnicas e metodologias diferenciadas, aliadas às premissas de coaching. A escola foi criada há 10 anos e tem sua sede em Paris, na França, além de atuar países como Portugal, Itália, China, Marrocos e no Brasil. A Ecole Brasil existe desde 2012 com presença especial nas cidades como São Paulo (SP), Porto Alegre (RS), Belo Horizonte (MG) e Rio de Janeiro (RJ). Nestes cinco anos, já soma 3.000 formados.

 

 

Saiba mais sobre a instituição:

A Ecole Supérieure de Relooking foi criada há 10 anos e tem sua sede em Paris, na França, berço mundial das artes e da cultural. Especializada na formação de Consultoria de Imagem e Morfopsicologia, reúne expertise, técnicas e metodologias diferenciadas, aliadas às premissas de coaching. Desde sua fundação, mais de 10.000 pessoas já foram capacitadas e reconhecidas pela Comissão Nacional de Certificação Profissional (CNCP) daquele país.

Nestes cinco anos atuando no Brasil, já soma 3.000 formados e atua em todo o País, com especial presença nas cidades como São Paulo (SP), Porto Alegre (RS), Belo Horizonte (MG) e Rio de Janeiro (RJ). Mais informações em: www.ecolebrasil.com.

 

Fique por dentro de todas as novidades!

Cadastre seu e-mail e receba conteúdos exclusivos da Revista Catarina.

Seu endereço de e-mail*