Entrevista: Amanda Wellsh

Minutos antes de entrar na passarela do 16ª Minas Trend pela Madreperola (desfile aqui), a top model Amanda Wellsh nos recebeu no backstage para uma pequena entrevista. Enquanto era maquiada por Ricardo dos Anjos para otimizar o tempo, respondeu algumas perguntas sobre carreira e lazer, sem deixar a simpatia de lado.

RC: Amanda, prazer! Primeiro, queria saber se você tem alguma dica para as modelos que estão começando. Como foi o seu começo de carreira?
AW: Prazer! O meu começo não foi fácil, foi muito difícil, é sempre concorrido. Eu trabalho como modelo há um bom tempo, mas tudo começou para mim só agora, então eu não tive a sorte de ser “pá-pum”. E aconteceu mesmo porque eu quis, quis muito ver meu trabalho reconhecido, eu me dediquei muito, me esforcei muito. Eu malhava e comia muito bem porque era isso que eu queria.  Eu amo carreira de modelo, amo minha profissão e tive foco e disciplina.
Claro que eu tive também ajuda de uma equipe maravilhosa, que é minha agência MegaPartners em São Paulo, e minha agência de NY que é a MG que também sou representada em Paris, Milão e Londres por eles. Então com a ajuda de todas essas pessoas que acreditaram em mim mais o meu foco e a minha dedicação, as coisas deram certo.
O meu agente de NY falou para mim uma vez “Eu te coloco na frente dos clientes e dos fotógrafos, mas conquista-los eu não posso fazer por você”, então se você quer muito tenha um objetivo e cuide sempre da sua dieta porque nós modelos não precisamos estudar para trabalhar, mas precisamos cuidar do nosso corpo. Enquanto minha irmã está lá estudando o dia inteiro para passar em um concurso, eu tenho que ir para a academia e tenho que deixar de comer o chocolate que estou com vontade.
Então essa é minha maior dica, cuide-se, e ache e trabalhe com pessoas que estejam realmente interessadas em fazer você crescer.

RC: Por causa do seu trabalho, as viagens são constantes. Tem alguma cidade que você ama trabalhar/visitar?
AW: Eu amo NY! Amo amo amo! A cidade é meio louca né, você não para nunca, sempre tem alguma coisa para fazer. Tem de tudo, de lugares para se visitar como museus de arte e galerias, a baladas e restaurantes, é um lugar que eu amo.
Mas eu sou geminiana, eu não gosto muito da rotina, então eu amo viajar e de estar cada dia em um lugar. Por exemplo, amanhã (09) eu vou para Londres e fico dois dias lá, sábado eu vou para Los Angeles e fico um dia e meio em LA, aí segunda vou para Miami e fico dois dias, e aí venho para o Brasil e fico três dias e depois volto para New York. Então minha vida é isso, é uma mala e um avião.

RC: Você já desfilou para várias marcas e fez inúmeros trabalhos, teve algum que marcou sua vida, que você lembra até hoje?
AW: Claro que eu desfilei para muitos estilistas que eu admirava e que nunca imaginei que ia trabalhar mesmo, então é difícil eu citar apenas um. Mas quando eu fiz Gucci exclusivo, que eu abri e fechei o desfile, esse foi um dos mais especiais porque foi um divisor de águas, abriu muitas portas para mim e dali eu comecei realmente a ser conhecida.

RC: E alguma capa em especial?
AW: Fiquei super feliz de estar na capa da Vogue Brasil porque minha família é grande efoi muito legal receber mensagens de tios que moram em Brasília, ou de primos que moram no Norte do Brasil. Então todo mundo pode ver a revista, pode comprar, então foi muito bom.

RC: Além de modelo, você gosta de moda e é antenada e bem vestida. Dê alguma dica de moda, ou cite alguma tendência que você goste.
AW: Acho que o fundamental é se sentir confortável com aquilo que você veste. Não adianta você estar vestindo a roupa, a cor, a estampa da moda e não se sentir bem e confortável. A energia é muito importante também, então se você está se achando bonita, é isso que importa.

RC: É isso, obrigado Amanda. Desejamos cada vez mais sucesso para você!
AW: Imagina, eu que agradeço! Sucesso para todos nós.

Fique por dentro de todas as novidades!

Cadastre seu e-mail e receba conteúdos exclusivos da Revista Catarina.

Seu endereço de e-mail*