Barbearias tradicionais, um ótimo negócio!

A busca por valores antigos e histórias para contar é uma das previsões de tendências para este e os próximos anos. E se tem um ramo que se encaixa nesta previsão é a barbearia. Movida por conceitos vintages e estilo tradicional, as barbearias estão em uma ótima fase. Ponto de encontro masculino e cada vez mais um espaço lançador de tendências em cortes de barbas e cabelos masculinos, o negócio é promissor e ganha mais espaço em Florianópolis. Para entender melhor sobre este business, conversamos com alguns empreendedores que resolveram apostar na barbearia e já são referências no assunto.

Barão da Navalha

Diego Meirelles e Rafael Dutra frequentavam barbearias no bairro de Coqueiros e sentiam falta de alguns atrativos, como climatização, vídeo game ou cerveja. A demora na espera do atendimento, sem nenhuma distração, também era um problema. Ambos sempre gostaram de se cuidar, frequentando barbearias semanalmente. Com a vontade de abrir um negócio além do que já tinham, se concretizou com uma viagem de férias a Miami, onde conversaram e começaram a pesquisar referências de barbearias americanas, ramo que crescia em São Paulo também. Fizeram então um plano de negócios e tocaram o projeto para frente.

Nesta pesquisa constataram que o bairro de Coqueiros era carente de uma barbearia premium, onde além de corte e barba os homens pudessem ter atrativos enquanto aguardavam o atendimento. Rafael e Diego criaram o layout juntos, pensando em todos os detalhes, queriam que os homens se sentissem em casa. Buscaram por um ambiente agradável para trocar ideias tomar bons drinks ou uma cerveja gelada, a primeira como cortesia. Em maio de 2015 inauguraram a primeira unidade da Barão da Navalha, no bairro de Coqueiros. Após um ano e meio de casa, tornaram-se referência e fizeram seu modelo de franquia e inauguraram a primeira no bairro Santa Mônica. Em 2017 pretendem inaugurar mais duas franquias e estar entre as melhores barbearias do Brasil.

barao-da-navalha-4

Diego Meirelles e Rafael Dutra na Barão da Navalha

barao-da-navalha-5

Revista Catarina: Quais os desafios de um negócio neste formato, que mesmo com layout moderno, é um segmento clássico?

Rafael Dutra: Os desafios são diários: conquistar novos clientes, manter os clientes antigos, estar sempre em busca de algo novo para oferecer para estarmos sempre a frente dos concorrentes. Sim, mesmo com layout moderno, seguimos o clássico também, pois resgatamos o modelo tradicional das barbearias dos anos 70, fazendo o uso de navalhas e toalhas quentes.

RC: Como manter o negócio sempre atualizado atualmente? Vocês investem em parcerias ou outro tipo de mídia moderna?

RD: Buscando sempre novas tendências no mercado nacional e internacional, sobre corte, barba, produtos, e tudo que engloba a moda masculina. Sempre treinamos nossos profissionais, com workshops dos melhores cabelereiros e barbeiros do Brasil e do mundo. Investimos sim, fazemos parcerias com grande marcas como Tymberland e Keune, estamos sempre ativos nas redes sociais, sempre interagindo com os clientes. Além de investir em assessoria de imprensa e outdoores.

RC: Como escolher a equipe de profissionais?

RD: Fizemos uma seleção dos candidatos e primeiramente é feita uma entrevista com o profissional. Após esta etapa, temos o teste prático, quando o profissional executa em um modelo todos os serviços que oferecemos na barbearia. Contratado, investimos em um treinamento de dois dias, onde profissional passa a conhecer nosso dia a dia, saber sobre os produtos que trabalhamos, técnicas de vendas, postura e atendimento. E aí sim, inicia oficialmente.

Brutus Barbearia

William Geovane, além de empresário, é um barbeiro que ama a profissão. Começou no ofício dentro do quartel, e até tentou ficar na vida militar, mas saiu e tentou outros trabalhos. Resolveu que queria se dedicar à profissão, na verdade quis dedicar sua vida a isso. Fez cursos e saiu procurando emprego, trabalhando primeiramente em barbearias pequenas de bairros, antes de ir para uma mais conceituada.

A Brutus Barbearia, no bairro de Coqueiros foi conceituada para trazer não somente o layout da barbearia antiga, mas sim o conceito da barbearia clássica, tradicional, o ponto de encontro dos homens de um bairro. William cresceu vendo seu pai acordar no sábado de manhã e ir para a barbearia trocar uma ideia, mesmo que não fosse cortar o cabelo ou fazer a barba. E foi isso que quis resgatar quando idealizou a sua barbearia, um ponto de encontro em cada bairro com a assinatura da Brutus.

Em 2016, a Brutus ganhou mais duas unidades, uma em Jurerê Internacional e outra no Kobrasol. Após pesquisar e procurar deficiências em volta das outras barbearias que seriam seus concorrentes, foi feita a escolha destes lugares. O que ofereciam e principalmente o que não ofereciam virou um referencial para melhorar seu padrão, que já tinha sido desenvolvido em Coqueiros. Na pesquisa foi levantado o número de habitantes e se era viável uma barbearia no local. A aceitação foi imediata, já que após dois anos de casa, William procurou manter o padrão de qualidade e passar adiante, mostrando que seu custo benefício vale a pena.

brutus-barbearia-4
William em ação

brutus-barbearia-3

Revista Catarina: Quais os desafios da profissão?

William Geovane: Os desafios da profissão como barbeiro, e eu acho que como um todo, é cada dia aprender mais. Você nunca vai conseguir saber tudo. Todo dia a moda muda, todo o dia o cliente quer algo diferente, então todo dia você tem que estar aprendendo um pouco mais, correndo atrás de uma técnica nova, uma máquina nova, uma tesoura nova, é uma das profissões que mais tem mutações. De um dia par ao outro a moda muda e você tem que se virar. Eu aprendi como barbeiro e levo isso pra minha vida, prender a cortar cabelo é fácil, o difícil é maximizar essa profissão para o resto da sua vida. A barbearia como negócio rentável, para quem tem diferencial, tem padrão de qualidade, tem que trazer coisa nova. Não adianta ser mais do mesmo, então uma barbearia é um negócio bem desafiador, tem que ser empreendedor e trabalhar com qualidade, se não, você não sai do lugar!

RC: Estar em um bairro é um problema ou uma solução?

WG: Para nós, é o nosso conceito, é estar em um bairro e virar a barbearia deste bairro. Fazer nosso ponto de encontro, a passagem do homem, daquele amigo. Se tiver monótono em casa é só chegar na barbearia. Então estar no bairro é interagir com as pessoas, fazer amizade, então hoje a nossa relação com os clientes é de amizade, além de cliente.

RC: Como tem sido os negócios da barbearia com a crise financeira atual, afetou algo?

WG: A crise afetou um pouco, e abriram muitas barbearias, as pessoas resolveram fazer cursos, abriram novas barbearias até com a rescisão. Mas o que afetou mais a gente foi o cliente que ia toda semana, que acabou indo de quinze em quinze dias, pois a crise gera insegurança. Ou também aquele pai que tem três filhos e acabou optando por uma barbearia mais em conta, porque são quatro cortes de cabelo. Muitas vezes cortava o cabelo quinzenalmente e levava os filhos, então passa a cortar uma vez por mês. Outros também procuraram uma barbearia mais acessível, já que dois cortes nossos cortam os quatro cabelos dos filhos. Mas foi só neste ponto mesmo!

Conteúdo especializado

As barbas robustas e estilosas entraram na moda e consequentemente as barbearias entraram na lista das prioridades dos homens. As redes sociais tem sido um ótimo meio para trazer aos homens estilo, novidades e outros cuidados com a estética masculina. As empresas entenderam que os profissionais de social midia teriam um trabalho minucioso pela frente, reunindo conteúdo de qualidade e lifestyle nos perfis para atrair seguidores, e claro, clientes e investiram nas redes sociais.

Hoje, muitas barbearias tornaram-se referências para o segmento através do seu conteúdo. José Carlos Chamusca Júnior é responsável pelo marketing da Barbearia Tradicional, no Centro de Florianópolis e aposta nesta fórmula para manter o perfil da empresa sempre atrativo e dentro do público alvo que frequenta o local.

barbearia-tradicional2

Revista Catarina: É fato que as barbearias em estilo vintage e com serviços tradicionais estão em alta. Como trabalhar com a comunicação neste segmento?

José Carlos: No caso da Barbearia Tradicional, tivemos de adaptar a linguagem da internet que é mais descontraída e informal, para nosso perfil de público que é mais discreto, clássico e tradicional. Trabalhando com conteúdo de qualidade, conseguimos fazer esta adaptação parecer mais natural.

RC: Alguns perfis seguem uma estética similar e muito atraente. Qual o desafio para se destacar entre os demais perfis e agregar algo aos seguidores?

JC: Acredito que nada supera o conteúdo de qualidade. Saber intercalar as variadas mídias sempre com atenção aos mínimos detalhes e investir financeiramente na hora e no local certo. Firmar a identidade da empresa também é crucial para que o público se identifique facilmente quando se depara com nossa comunicação.

RC: Para você, o que um perfil dentro do segmento tem que ter? Quais os perfis dentro deste lifestyle você indica para seguir?

JC: No marketing atualmente vivemos muito de tendências, precisamos investir boas horas em pesquisa buscando referências sobre o que vem sendo feito no mundo todo. Temos excelentes barbearias no Brasil que deixam os gringos de boca aberta, mas quando se fala de barbearias clássicas e tradicionais, a Europa sem dúvida é o berço deste lifestyle. Tentar “abrasileirar” este estilo europeu é uma boa alternativa para entrar no mundo das barbearias clássicas.

Para seguir

A combinação de informações e dicas de cuidados masculinos e estilo tem criado um padrão interessante e com ares vintage nas redes sociais. Assim como os salões e profissionais de beleza feminina, as barbearias preparam contúdo especiais para seus seguidores e clientes. Confira alguns perfis que que selecionamos no Instagram que valem o seu like!

barbearia-cavalera
Barbearia Cavalera: @barbearia_cavalera

barbearia-corleone
Barbearia Corleone: @barbeariacorleone

barbearia-scoty
Barbearia Scoty: @barbeariascoty

barbeariavelhosamigos
Barbearia Velhos Amigos: @barbeariavelhosamigos

barbearia-vip
Barbearia Vip: @barbeariavip

don-barbeer
Barbearia Don Barber Beer: @donbarberbeer

executive-barbearia
Barbearia Executive: @executivebarbers

groomed-barbearia
Barbearia Groomed: @groomed_barber_club

kaio-bulevar
Kaio Bulevar (Extreme Barber): @kaiobulevar

london-school-barbers
London School of Barbering: @londonschoolofbarbering

schorembarbier
Schorem Haarsnijder: @schorembarbier

Fotos Barão da Navalha: Lucas Schmitt
Fotos Brutus Barbearia: Eduardo Fontes
Fotos Instagram: reprodução Instagram

Fique por dentro de todas as novidades!

Cadastre seu e-mail e receba conteúdos exclusivos da Revista Catarina.

Seu endereço de e-mail*