Além da fashion week: Nova York para todos os gostos

Empire State Building, Central Park, MoMa… o roteiro tradicional para conhecer Nova York é mesmo imperdível, e vale a pena ser seguido com animação por todos que visitam a cidade. Mas, se você quiser realmente desbravar a metrópole, é preciso fazer bem melhor que isso. A equipe da Revista Catarina dá o caminho das pedras para se aproveitar Nova York sem cair no óbvio.

Noite

Home Sweet Home

O nome do bar só faz sentido se a sua noção de lar doce lar envolve uma decoração com muita taxidermia e quinquilharias espalhadas pelo ambiente – mas com um resultado interessante, claro. As vitrines de madeira no balcão são iluminadas para um efeito de diorama e exibem uma seleção interessante de objetos como uma guitarra pela metade, modelos de gesso, e dentaduras. Sem falar nos animais empalhados, claro: um coelho, uma águia, e um castor brincando em um galho de árvore reaproveitado como candelabro também fazem parte do décor. Nem esse exotismo todo parece impressionar os frequentadores do local, que bebem descontraídos ao som de uma seleção rocker que vai de Lynyrd Skynyrd a Smiths.

Home Sweet Home - Decoração exótica, trilha rocker e gente bonita.

Home Sweet Home – Decoração exótica, trilha rocker e gente bonita.

Museu

New Museum

Inaugurado em dezembro de 2007, o arrojado prédio de sete andares projetado pelo badalado escritório de arquitetura Sejima + Nishizawa / SANAA abriga três andares de galeria, um teatro e um café frequentado pela turminha cool da cidade. O foco aqui é em trabalhos de impacto de artistas ainda pouco reconhecidos – e que sempre acabam se tornando as mostras mais comentadas pelos locais. Vale a visita até pra quem não é muito chegado de arte moderna.

New Museum - As exibições mais badaladas estão aqui.

New Museum – As exibições mais badaladas estão aqui.

Cinema

Nitehawk Cinema

Há um certo romance em ir ao cinema nesta cidade; uma elevada noção de escapismo ao fugir de uma rua barulhenta para cair no abraço anônimo de uma sala escura. Mas é sempre um saco resolver a logística — devemos jantar antes ou depois? Aqui, o dilema está resolvido: comida de verdade e drinks elaborados dentro cinema. Os trailers divertidíssimos e o menu são feitos especialmente para cada filme, geralmente os últimos lançamentos da cena indie ou uma ótima seleção de clássicos da sétima arte. No lugar de poltronas, mesas compactas que enfatizam o óbvio potencial de date-spot do lugar.

Nitehawk - É servido o jantar dentro do cinema.

Nitehawk – É servido o jantar dentro do cinema.

Brunch

The Red Rooster Harlem

NY é a cidade do brunch, e opções para apreciar uma mimosa com ovos benedict são numerosas a cada esquina. Mas para um passeio interessante, aproveite uma manhã de domingo para louvar ao Senhor em uma verdadeira missa gospel no Harlem ao melhor estilo “Mudança de Hábito”, e em seguida apreciar um brunch nesse restaurante que celebra a verdadeira culinária americana. Enquanto espera sua mesa, curta seus drinks ao som de música gospel cantada ao vivo por senhorinhas que são a cara do bairro.

Red Rooster - Vá ao Harlem apreciar uma comida típica americana.

Red Rooster – Vá ao Harlem apreciar uma comida típica americana.

Imagens divulgação.

 

Fique por dentro de todas as novidades!

Cadastre seu e-mail e receba conteúdos exclusivos da Revista Catarina.

Seu endereço de e-mail*