A Sustentabilidade não é sobre projetar menos, mas projetar melhor

Um bom design, todos concordamos, deve ser sustentável. Mas como exatamente os designers estão criando produtos, ambientes e serviços que são ecologicamente corretos e economicamente viáveis? E como, numa indústria muitas vezes caracterizada pela adoção do novo, eliminamos o desperdício?

Respeitar a cadeia produtiva é um dos maiores desafios para empreendedores que desenvolvem produtos e serviços sustentáveis, pois manter a produção economicamente viável e dentro dos padrões é difícil e exige uma gestão refinada.

Muito além do algodão orgânico, e tecidos reciclados, o design sustentável deve refletir um propósito, trazer novas alternativas que gerem engajamento e resolvam problemas ambientais.

Elementos experimentais podem ser explorados para desenvolver novos projetos, um bom exemplo são os tênis Adidas X Parley, que tem três fundamentos importantes em seu design: Abolir, Interceptar e Reprojetar. O material principal utilizado para a confecção dos tênis é basicamente o plástico recolhido dos oceanos, a matéria prima ressignifica algo que já existia e gera uma solução para um problema latente.

Em um mercado de moda saturada, os consumidores se relacionam cada vez mais com as marcas em um nível emocional, concentrando-se menos no que estão comprando e mais na experiência que estão comprando.

A sustentabilidade para se conectar emocionalmente com os compradores, deve usar o conteúdo para contar a história de seus processos; trazendo um toque humano à identidade de sua marca e criando um apelo emocional, mas real.

A marca de software de computadores Dell, entendeu o poder do seus clientes, que consomem muitos outros produtos além da sua tecnologia. Nos últimos anos a marca estabeleceu projetos de sustentabilidade em parceria com marcas e nomes da moda. O fotógrafo Von Wong clicou uma série de fotos incríveis, utilizando como cenário peças de computadores descartados pela indústria – fornecidos pela Dell – criando uma atmosfera futurista, representando a relação do homem com a tecnologia, confira o vídeo da produção abaixo:

 

 

Ainda falando da Dell, a marca também traz parcerias com designers, como a Ba You With Love, que produz joias com ouro extraído de peças de computadores. A iniciativa promove a reciclagem  do E-Waste com consciência e responsabilidade, e executando o design circular com matérias primas nada óbvias.

 

 

Não há dúvida de que a sustentabilidade não é mais uma preocupação de nicho; no entanto, a  autenticidade passa a ser um fator importante nesse processo. Para alguns, isso poderia significar afiliação com instituições de caridade, para outros pode se traduzir em inovações em tecido e produção e, para alguns, poderia ser relativo à transparência da cadeia de suprimentos.

As empresas que impulsionam a sustentabilidade simplesmente através de um aumento nos produtos (sem contar uma história e uma conexão com os consumidores do varejista), se mostrarão inautênticas e acabarão fracassando.

Fique por dentro de todas as novidades!

Cadastre seu e-mail e receba conteúdos exclusivos da Revista Catarina.

Seu endereço de e-mail*